Waze Publicidade móvel é a bola da vez

Imagine a seguinte situação, você está saindo do trabalho morrendo de fome e um aplicativo que lhe mostra o trajeto mais curto e sem transito, também indica as melhores opções de comidas de acordo com seu gosto culinário no caminho de sua casa, ficção? Não. O waze, por exemplo, já tem feito isso de forma gradativa e crescente. Nada mais conveniente e eficiente que veicular propagandas em dispositivos móveis.

A expansão no uso desses recursos, em especial os smartphones, permitiu a criação de uma nova forma de se fazer publicidade: o chamado marketing móvel (ou mobile marketing), no qual se utiliza o celular como principal ferramenta de interação com o consumidor.

A ideia principal deste modelo de negócio é a praticidade e conveniência. Esta comunicação é voltada, sobretudo as pessoas que vem deixando de passar o dia todo dentro de um local fixo e executando suas tarefas a partir de qualquer lugar onde ele esteja conectado.

E de olho nesse novo mercado (e não poderia ser diferente) os empreendedores estão investindo cada vez mais. A proliferação do mobile marketing abre uma grande oportunidade mercadológica para as empresas do setor, e diversos modelos de negócio começam a ser desenhados para atender esta demanda.

Apesar de diversas pesquisas estarem sendo realizadas mundo a fora nesse sentido, no Brasil, ainda não existem números consolidados que mostrem a dimensão do mercado de marketing móvel, mas seu crescimento é evidente e surpreendente.

O celular, dentre as suas funcionalidades, tem sido utilizado para informar o consumidor, entretê-lo, oferecer conteúdo e incentivá-lo a novas experiências, inclusive de compra. Então na verdade nada mais óbvio que oferecer produtos neste aparelho mágico que acompanha cada um de nós 24 horas por dia.

E para quem ainda não entendeu a menção e o poder desse novo modelo de negócio faça uma conta simples, em nosso país cuja população é de aproximadamente 200 milhões de habitantes o número de celulares já ultrapassou o número de brasileiros. E alguém ainda dúvida que essa moda ai pegar?